TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE – TDAH

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade - TDAH - é um distúrbio do neurodesenvolvimento, que geralmente se manifesta na infância (mais comumente entre 6-12 anos), afetando de 3-5% das crianças em idade escolar.

Caracteriza-se por sintomas de falta de atenção, inquietação e impulsividade, podendo manifestar-se em diferentes graus de comprometimento e intensidade

Pode apresentar-se com:
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Predomínio de sintomas de desatenção;
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Predomínio de hiperatividade/impulsividade;
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Quadro combinado.

Prejuízo no desempenho escolar, podendo ser responsável por rótulos depreciativos que não correspondem ao potencial psicopedagógico dessas crianças, reflexos negativos no convívio social e familiar.

Está associado a diversos transtornos como Ansiedade, Depressão, Transtorno do Espectro Autista, Transtorno Opositivo Desafiador, Transtorno de Conduta, Dependência de álcool e drogas, entre outras.

Existe um forte componente genético, mas múltiplos fatores combinados interferem para a manifestação desta síndrome (prematuridade, baixo peso ao nascer, privação de oxigênio, exposições fetais crônicas a substâncias - como tabagismo materno, disfunções familiares, vulnerabilidade social, etc.)

Quando não identificado e tratado corretamente na infância, pode persistir durante grande parte da vida.

O diagnóstico e tratamento pode ser feito em diferentes faixas etárias, INCLUSIVE NA VIDA ADULTA, e exige o envolvimento de várias especialidades e abordagens para o manejo adequado.

Procure um profissional para esclarecer suas dúvidas e passar por uma avaliação adequada, focando sempre na saúde e qualidade de vida.